Widestrike® 3

Biotecnologia

WideStrike® 3 é a nova biotecnologia para a cultura do algodão, que auxilia na proteção contra os insetos-alvo, por meio da expressão das proteínas inseticidas Cry1F, Cry1Ac, Vip3A, derivadas da bactéria Bacillus thuringiensis.

A TMG é o principal parceiro licenciado dessa tecnologia e está disponível no mercado a partir da safra de 2020

Culturas

Algodão

Algodão

Benefícios

  • Maior flexibilidade de manejo;
  • 3 proteínas inseticidas que auxiliam o controle das principais pragas do algodão;
  • Tolerância ao herbicida glufosinato de amônio.


Widestrike®3 tem controle moderado sob Helicoverpa armígera:

Pragas alvo

Este produto entre um controle eficiente contra as seguintes pragas:

  • Curuquerê-do-algodoeiro (Alabama argillacea)
  • Lagarta Falsa Medideira (Chrysodeix includens)
  • Lagarta das maçãs (Chloridea virescens)
  • Lagarta-das-vagens (Spodoptera eridania)
  • Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda)
  • Lagarta-helicoverpa (Helicoverpa armigera)
  • Lagarta-preta (Spodoptera cosmioides)
  • Lagarta-rosada-do-algodão (Pectinophora gossypiella)

Referência para a Bula do Produto para Informações Completas de eficácia

Veja a Bula deste produto

Boas práticas

Para a tecnologia Bt é fundamental a adoção de áreas de refúgio estruturado efetivo, isto é, áreas da lavoura que não possuem tecnologia Bt. Elas servem como fornecedoras de insetos suscetíveis para retardar a evolução da resistência.

Boas práticas de Manejo

Rotacionar mecanismos de ação de Inseticidas:

  • Dessecação antecipada;
  • Uso de semente certificada/Tratamento de sementes;
  • Área de refúgio;
  • Controle de plantas daninhas e voluntárias;
  • Vazio Sanitário.

*A Corteva Agriscience recomenda utilização de 20% de refúgio em relação à área plantada com Bt.