Imprensa •  16/12/2021

Com molécula inovadora, inseticida Delegate agora atende mais de 70 culturas de hortifrúti

Something went wrong. Please try again later...

Solução conquistou o prêmio de química verde e é reconhecida pelo controle superior de pragas em cultivos como tomate, batata, uva, melão e melancia

São Paulo, 16 de dezembro de 2021 - O inseticida Delegate, da Corteva Agriscience, conhecido aliado na proteção de cultivos de hortifrúti, oferece agora ainda mais versatilidade e facilidade para o dia a dia do produtor. Com nova extensão de bula, o produto passa a atender mais de 70 culturas entre frutas, verduras e legumes, combatendo cerca de 75 pragas diferentes.

Além da inclusão de alface, manga e das Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI), foram inseridos alvos biológicos para diversos cultivos. Delegate é reconhecido como uma das tecnologias mais inovadoras e sustentáveis do mundo, tendo conquistado o prêmio de química verde, chancelado pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA).

Composto pela molécula Jemvelva Active, o produto pertence ao grupo químico das Espinosinas e apresenta alto poder de choque, amplo espectro de controle, efeito residual prolongado, seletividade e menor intervalo de segurança. Também é uma solução importante para a rotação de ativos e o manejo de resistência.

"Delegate é um grande aliado do produtor de hortifrúti na proteção da lavoura. O inseticida tem em sua tecnologia a molécula inovadora Jemvelva Active e pertence a um grupo químico exclusivo da Corteva. A nova extensão de bula fortalece o produto como uma ferramenta versátil, eficiente, inovadora e sustentável, facilitando ainda mais a vida do agricultor", afirma Tainá Sipos, Líder de Portfólio da Linha Hortifrúti da Corteva Agriscience.

Novas culturas e alvos biológicos

Inclusão das culturas de alface e manga e dos alvos biológicos: Corcyra cephalonica para abobrinha, Crysodeixis includens para beterraba, Drosphila suzukii e Thrips tabaci para morango, Thrips palmi para nectarina, Thrips tabaci e Haplothrips spp para ameixa, Frankliniella occidentalis para caqui e Liriomyza huidobrensis para pepino. Inclusão das culturas de Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI) 1B - manga, abacate, abacaxi, anonáceas, cacau, cupuaçu, guaraná, lichia, macadâmia, mamão, manga, maracujá, kiwi e romã; 4A - alface, acelga, agrião, almeirão, chicória, espinafre, estévia, mostarda e rúcula.

Para consultar todas as culturas e obter mais informações, acesse aqui.

Sobre a Corteva Agriscience

A Corteva Agriscience é uma empresa de capital aberto que oferece aos agricultores de todo o mundo o mais completo portfólio de insumos do setor, como sementes, proteção de cultivos e soluções digitais para maximizar a produtividade e a rentabilidade dos produtores. A empresa é detentora de algumas das marcas mais reconhecidas na agricultura (Pioneer®, Granular®, Brevant® Sementes e premiados produtos de Proteção de Cultivos), trabalhando ativamente no desenvolvimento e lançamento de produtos por meio de seu robusto pipeline de química ativa e tecnologias. A empresa está empenhada em trabalhar com toda a cadeia para cumprir o seu propósito de enriquecer a vida daqueles que produzem e consomem, garantindo o progresso para as próximas gerações. A Corteva Agriscience tornou-se uma empresa independente em 1º de junho de 2019. Antes dessa data, era Divisão Agrícola da holding DowDuPont. Mais informações disponíveis no site da Corteva Agriscience

Acompanhe a CortevaAgriscience 

em FacebookInstagramLinkedInTwitter e YouTube.

Para mais informações:

InPress Porter Novelli

cortevaagriscience@inpresspni.com.br