Imprensa •  13/12/2021

Corteva conscientiza alunos de escolas rurais sobre o trabalho realizado pelos agricultores

Projeto Corteva Escola promoveu atividades com crianças de 8 a 13 anos e mostrou a importância do agricultor na produção de alimentos

São Paulo – 13 de dezembro de 2021 – A Corteva Agriscience e a Coplacana promoveram, nos últimos dois meses, em escolas de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiânia e Minas Gerais, o projeto socioambiental Corteva Escola. O objetivo é promover a valorização do estilo de vida agrícola e o papel do agricultor na produção de alimentos e na alimentação segura. As ações foram realizadas em 24 escolas de 17 cidades e contaram com a participação de 1.700 alunos.

O projeto desperta nas crianças a admiração pelo agricultor, pela importância de seu trabalho e para uma agricultura sustentável, com responsabilidade ao meio ambiente. Foram realizadas ações em sala de aula com vídeos animados, revista de atividades, concurso de redação e desenho sobre os temas trabalhados. Ao final do evento, as escolas foram premiadas com projetores, item que permite a inclusão digital. Os alunos autores dos melhores trabalhos (desenhos e redações) ganharam bicicletas.

“O Corteva Escola nos enche de orgulho a cada ação realizada. Apresentar esse universo para mais de 1.700 crianças é o primeiro passo para que possam disseminar a mensagem de um agro responsável para toda a sociedade”, explica Julliane Fuscaldi, coordenadora de Boas Práticas Agrícolas da Corteva. “A abordagem participativa permite a assimilação dos conteúdos propostos e sua divulgação junto à família, promovendo mudanças de atitude, despertando para a prática da cidadania”, completa Julliane.

Educação em Boas Práticas Agrícolas

Além do Corteva Escola, a empresa também promove o projeto educativo “Expedição da Agricultura para a Vida”, que tem como objetivo disseminar boas práticas agrícolas. Por meio de um caminhão itinerante com baú adaptado para o formato de sala de aula, o programa percorre diversos municípios brasileiros para oferecer treinamentos técnicos para agrônomos, consultores e profissionais que lidam com a lavoura.

Há também o Programa de Aplicação Responsável (PAR), em parceria com a Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Botucatu, que treina agricultores na aplicação de defensivos agrícolas e reforça a importância das boas práticas agrícolas.

Além desses, integram, ainda, o Programa de Boas Práticas da companhia os projetos socioambientais Corteva Natureza e Corteva Mulheres no Campo. O Corteva Natureza conscientiza estudantes e moradores de áreas rurais a adotarem práticas que contribuam para a sustentabilidade no campo.

Já o Corteva Mulheres no Campo identifica e expõe a realidade em que vivem as mulheres em relação a sua saúde e da sua família, bem como sua importância no universo profissional. Além disso, propõe adoção de atitudes práticas e saudáveis para que elas conquistem qualidade de vida pessoal e familiar.

Sobre a Corteva Agriscience

A Corteva Agriscience é uma empresa de capital aberto que oferece aos agricultores de todo o mundo o mais completo portfólio de insumos do setor, como sementes, proteção de cultivos e soluções digitais para maximizar a produtividade e a rentabilidade dos produtores. A empresa é detentora de algumas das marcas mais reconhecidas na agricultura (Pioneer®, Granular®, Brevant® Sementes e premiados produtos de Proteção de Cultivos), trabalhando ativamente no desenvolvimento e lançamento de produtos por meio de seu robusto pipeline de química ativa e tecnologias. A empresa está empenhada em trabalhar com toda a cadeia para cumprir o seu propósito de enriquecer a vida daqueles que produzem e consomem, garantindo o progresso para as próximas gerações. A Corteva Agriscience tornou-se uma empresa independente em 1º de junho de 2019. Antes dessa data, era Divisão Agrícola da holding DowDuPont. Mais informações disponíveis em www.corteva.com

Acompanhe a Corteva Agriscience em FacebookInstagramLinkedInTwitter e YouTube.

Para mais informações:

InPress Porter Novelli

cortevaagriscience@inpresspni.com.br