Blog •  06/01/2020

Insetos-praga no Brasil: Lagarta·do-velho-mundo

Uma luta vem sendo travada para encontrar os melhores meios para controlar a lagarta-do-velho-mundo, uma praga exotica que se destaca por sua voracidade e capacidade de se alimentar de varias culturas.

Uma luta vem sendo travada para encontrar os melhores meios para controlar a lagarta-do-velho-mundo, uma praga exotica que se destaca por sua voracidade e capacidade de se alimentar de varias culturas. Nesse sentido, desenvolvemos este e-book que apresentara algumas caracteristicas para ajudá-lo a identificar esta ameaça e dicas importantes para monitorar esta praga. 

Você sabe como reconhecer a lagarta-do-velho-mundo?

Adultos de H. armigera se apresentam como uma mariposa, com dimorfismo sexual, no qual a femea e o macho se diferenciam pela cor e padrao das asas. Na femea, as asas apresentam um tom castanho-rosado e uma envergadura de 40 mm, em media, enquanto nos machos as asas apresentam uma cor verde-acinzentada e cerca de 35 mm de envergadura. · I Manej    

Com alto potencial reprodutivo, cada fêmea tem a capacidade de ovipositar de 1.000 a 1.500 ovos, sempre de forma isolada, sobre talos, folhas, flores e frutos, preferencialmente no período noturno. O ovo apresenta um diâmetro de 0,5 mm. O período larval é constituído por 5 a 6 ínstares, sendo que a existência do 6 ° ínstar depende de fatores genéticos, clima e alimentação. 

No final do último ínstar larval, a lagarta cessa sua alimentação e desloca-se para o solo procurando condições de umidade e temperatura adequadas para empupar. A pupa apresenta coloração inicialmente verde-clara, e após um tempo o tegumento fica rígido, apresentando uma cor castanha.  

A biologia e o comportamento da lagarta-do-velho-mundo são semelhantes a lagarta-da-espiga-do-milho (Helicoverpa zea). H. armigera ataca preferencialmente as estruturas reprodutivas das plantas (flares e vagens da soja), podendo acarretar danos severos, seja cortando plantas ou desfolhando, na fase inicial da cultura. Devido seu alto poder de destruição, essa espécie levou a EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) a desenvolver o "Consórcio Manejo Helicoverpa".

Alerta!

O monitoramento da lagarta-do-velho-mundo é um procedimento-chave para o sucesso do manejo dessa praga. O acompanhamento da evolução populacional, ao longo do ciclo das culturas e entre os cultivos, deve considerar os estágios de ovo, lagarta, pupa e adultos. Apoiado nisso, serão definidas as estratégias efetivas de controle.

Download Media Assets